CÓDIGOS DE BARRAS: CONHEÇA OS 8 TIPOS EXISTENTES

  06/03/2017 - Por : - Códigos de barras: conheça os 8 tipos existentes

Os códigos de barras são a forma mais indicada atualmente de classificação e identificação de mercadorias.

O uso desse recurso também ajuda a controlar o estoque e o processo de venda.

Mas você sabia que existem 8 tipos diferentes?

Compreender cada um dos modelos permite definir qual dos códigos deve ser utilizado na sua empresa a fim de elevar o controle e a segurança.

Conheça a seguir cada um dos tipos e veja qual é mais indicado para o seu negócio.

1. EAN

codigo de barras EAN

Código de barras EAN

Esse código é usado principalmente nos pontos de venda porque permite fazer uma leitura mais simples.

É o formato mais comum e contém uma sequência de números que totaliza 13 dígitos na maioria das vezes.

Pode ser usado para as vendas ou o controle interno, porque o EAN armazena dados sobre a numeração única da unidade ou do lote.

Esse código também se subdivide, como ocorre com o ISBN, que é voltado para livros e produtos semelhantes.

2. Databar

Código de barras DataBar

Código de barras DataBar

Tem um funcionamento similar ao do EAN-13 e pode ser usado no ponto de venda.

A diferença é que tem um tamanho reduzido.

Devido a essa característica, é utilizado principalmente em verduras, frutas e legumes, além de outros produtos menores, como joias e cosméticos.

Outra característica é que o Databar pode armazenar dados sobre o prazo de validade, o que permite ter um controle maior das vendas e evitar que uma mercadoria vencida seja comercializada.

3. UPC

Código de barras UPC

Código de barras UPC

É muito utilizado para identificar mercadorias nos Estados Unidos e no Canadá.

Tem uma sequência de 12 números e é usado nos pontos de venda.

A vantagem é que o UPC garante que o produto seja aceito em toda a América do Norte.

Possui semelhanças com os códigos anteriores.

Por exemplo: o UPC-A corresponde ao EAN-13 e o UPC-E é parecido com o Databar.

Não é um código interessante para usar no Brasil, mas quem quer exportar para os Estados Unidos e o Canadá deve considerar o UPC.

4. ITF-14

Código de barras ITF-14

Código de barras ITF-14

Possui 14 dígitos e é mais voltado para unidades logísticas.

É usado em operações internas para rastreio e localização de mercadorias nas mais diversas etapas logísticas.

Pode ser usado diretamente nas caixas ou nos lotes de produtos, mas não tem validade para produtos únicos ou aqueles que chegarão aos pontos de venda.

5. Código 128

Código de barras 128

Código de barras 128

Esse também é um código indicado para aplicações logísticas.

Ele apresenta informações que vão desde a data de validade até números de lote e de série.

Sua composição é alfanumérica e seu tamanho pode variar conforme a aplicação.

É bastante usado no transporte de produtos de saúde e oferece um rastreamento mais completo.

Por meio do código 128 é possível encontrar onde a mercadoria está na cadeia logística e elevar a visibilidade de todo o processo.

6. Código 25 intercalado

Código de barras 25

Código de barras 25 intercalado

O código 25 intercalado pode ser utilizado para o manuseio e o transporte de itens do tipo fichas, inventários, passagens aéreas e envelopes.

No processo logístico é usado especialmente para equipamentos despachados, bagagens e cargas.

Outra possibilidade é usá-lo em relógios de ponto, boletos de pagamento, entre outras possibilidades que não se ligam a um ponto de venda ou à logística.

Seu comprimento pode variar.

7. QR code

Código de barras QR code

Código de barras QR code

Esse é um código criado para smartphones e outros dispositivos móveis. Devido a isso, é bidimensional e tem um padrão único.

O escaneamento deve ser realizado com leitores próprios, que fazem o redirecionamento para uma página com informações sobre o produto, por exemplo.

A vantagem é pode armazenar uma quantidade maior de informações e facilitar o conhecimento do consumidor a respeito do produto, situação chamada de embalagem estendida.

8. DataMatrix

Código de barras DATAMATRIX

Código de barras DataMatrix

É semelhante ao QR code por ser bidimensional e com tamanho reduzido.

Pode ser gravado no produto para ser inviolável.

É mais utilizado na área de saúde por aumentar a confiabilidade e a rastreabilidade das informações.

Como você pôde perceber, os vários tipos de códigos existentes servem para situações específicas, que melhoram a visibilidade do processo e facilitam as operações internas do seu negócio.

E você, já adotou algum dos códigos de barras abordados?

Se você tem algo a compartilhar ou possui uma dúvida, deixe seu comentário no post.

Avalie esse Post