COTAÇÃO DE FRETES: COMO GARANTIR MAIS EFICÁCIA NESSA ATIVIDADE

  01/11/2016 - Por : - -

Uma das grandes dificuldades das empresas é fazer a cotação de fretes.

Muitas vezes, os gestores nem entendem muito bem como esse processo funciona e o resultado é uma operação deficitária, que impacta diretamente o consumidor final.

Então, o que verificar durante esse processo? Para responder a essa pergunta, é preciso entender algumas questões, como a origem dos valores e as taxas incidentes.

É o que você vai entender melhor neste post.

Qual a origem dos valores da cotação de fretes?

Os valores dos fretes são estabelecidos pelas próprias empresas de logística.

Esse valor é definido de acordo com diferentes elementos e segundo as necessidades da própria transportadora. É importante saber também que alguns fatores têm mais peso na determinação do valor do frete.

Veja também: COMO A INTELIGÊNCIA LOGÍSTICA PODE AJUDAR O SEU NEGÓCIO?

Esses elementos também são os principais na hora de estipular o montante a ser cobrado. São eles:

Peso e volume

O peso e o volume da mercadoria podem encarecer ou baratear o custo do frete.

Esses dois fatores podem ser, inclusive, limitadores do transporte de determinadas cargas devido a questões relativas às características do veículo que fará o transporte.

Em geral, a técnica usada para determinar o preço é a adoção do maior valor entre os pesos bruto e o cubado (que é distribuído pelo volume).

Por exemplo: em determinado trecho, o transporte custa R$ 10,00 por kg e R$ 30,00 por kg/m³.

No caso de uma carga de 10 kg e 2 m³, o valor do frete no peso bruto ficaria em R$ 100,00 (R$ 10,00 x 10 kg) e R$ 150,00 pelo cubado (10 kg/2 m³ x R$ 30,00 kg/m³).

Nesse exemplo, o valor que prevaleceria é o do peso cubado, por ser o mais alto.

Valor da nota fiscal

De acordo com o valor da nota fiscal, o preço do frete pode ser maior. Isso ocorre nos casos de cargas mais valiosas, cujos valores de seguros tornam-se mais altos.

Portanto, esse é um fator que deve ser levado em consideração.

Distância para a entrega

O percurso percorrido para que a mercadoria seja entregue também é uma variável importante para o cálculo da cotação de fretes.

Algumas empresas utilizam uma tabela com valores de acordo com a distância.

A distância também interfere no número de pedidos que podem ser entregues com uma mesma quantidade de veículos.

Que fatores incidem na cotação de fretes?

Ao formular os preços, algumas taxas podem ser adicionadas. São elas:

Gerenciamento de riscos (GRIS)

Essa taxa é relativa ao combate ao roubo de cargas e é calculada conforme o valor dos produtos transportados.

Além disso, pode abranger o valor do seguro facultativo do desvio de cargas.

Ad valorem

É chamado também de frete-valor e incide sobre o valor das mercadorias em relação ao risco de avarias durante o processo de transferência ou transporte dos produtos.

O valor é proporcional ao tempo que os produtos ficam armazenados com a transportadora.

Pedágio

Segundo a lei 10.209, o pedágio deve ficar sob responsabilidade da transportadora, porque é obrigatório fornecer o vale para o carreteiro.

Por isso, integra o valor do frete, sendo dividido entre diferentes produtos que fazem parte da carga.

Considerando esses diferentes elementos, fica evidente que o cálculo do frete é importante, que evita prejuízos para a transportadora e também para a empresa compradora.

Se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto, deixe seu comentário!

Avalie esse Post

COTAÇÃO DE FRETES: COMO GARANTIR MAIS EFICÁCIA NESSA ATIVIDADE
4.7 (93.08%) 26 votes