GESTÃO DE RISCOS – UMA VISÃO ABRANGENTE PARA COMPRAS

  22/08/2014 - Por : - gestão de riscos

De acordo com Warren Buffet: “O risco vem de não saber o que se está fazendo”.

Um bom exemplo de “saber o que se faz” vem do setor de seguros.

Este setor é muito cuidadoso em medir e acompanhar todos os tipos de riscos que possa ter antes de definir um prêmio para uma apólice de seguro.

Temos boas referências da American National Standard de Segurança (ASIS SPC.1 2009) na forma como uma empresa pode se preparar para a Resiliência Organizacional para a segurança, preparação e gestão de continuidade. Isso ajuda as empresas a definirem o quadro geral de ERM – Enterprise Risk Management, ou Gerenciamento de Riscos Corporativos.

Apenas como referência, várias empresas de consultoria têm relatado o mesmo problema sobre Gestão de Riscos em Compras:

  • O relatório de 2011 da AT Kearney Procurement Leaders aponta “Gerenciar Risco Sistematicamente” como uma das principais prioridades.
  • O Hackett Group também informou na agenda CPO 2012 como prioridade “reduzir os riscos de suprimento”.
  • A KPMG informou no The Power of Procurement 2012 – “Gerenciamento de risco na cadeia de suprimentos: dados os acontecimentos dos últimos cinco anos – de crise financeira, desastres naturais e enormes fracassos de fornecedores, para citar apenas alguns – a pesquisa demonstra uma preocupante falta de liderança na área de análise de risco de fornecedor”.
  • Kairos Commodities, Valcon, bem como mais 12 institutos de compra na Europa registraram: “45% das empresas não têm uma estratégia de risco de commodities em compra para lidarem com seus gastos totais” – Gestão de Riscos.

A aquisição como parte de qualquer empresa deve definir o seu quadro, como parte da ERM, em termos de tipos de risco que enfrentam, o apetite de risco (nível de risco), ferramentas para medir o risco e calcular o impacto na empresa e governança para garantir que o processos sejam seguidos, os riscos controlados e planos de mitigação estejam em vigor e devidamente implementados.

Podemos listar pelo menos quatro tipos de riscos: Risco de Fornecedor, Risco de Produto/Serviço, Risco de Negócios e Risco de Commodities; em cada um você vai ter fatores de risco diferentes.

Risco de Fornecedores relacionado ao estresse financeiro, localização geográfica, código de conduta, passagem fronteiriça, o cumprimento de comércio, gestão de produtos, qualidade e entrega.

Risco de produto relacionado ao fornecimento / demanda, o número de fornecedores qualificados, especificação, o volume sob contrato, as opções técnicas, prazo de entrega, etc.

Risco de negócios relacionados ao número de fornecedores aprovados (única origem), número de plantas e sua localização e impacto nas receitas em caso de interrupção.

Risco de Commodities relacionados ao equilíbrio de oferta / demanda, os fornecedores, as forças do mercado, os direcionadores de custos, planejamento de recursos e estratégia de sourcing. Gestão de Riscos.

A questão-chave feita por Warren Buffet: Você sabe o que você está fazendo?

A questão-chave para a compra de profissionais: Você mede e acompanha os seus riscos? Faz sua gestão de riscos?

Traduzido por Ibid

Título original: Risk Management: A Comprehensive View for Purchasing

Autor: Paulo Moretti

Fonte: http://www.mypurchasingcenter.com/commodities/commodities-blogs/risk-management-a-comprehensive-view-for-purchasing/

Avalie esse Post